• Camisa Gracie vs Kimura
  • Camisa Gracie vs Kimura
  • Camisa Gracie vs Kimura
  • Camisa Gracie vs Kimura

1951 – Gracie vs Kimura – Amarela

1 review
5.00 de 5

R$ 69,90

R$ 69,90 ou 12x de R$ 7,02

ParcelasValorParcelasValor
1R$ 69,902R$ 36,53
3R$ 24,714R$ 18,80
5R$ 15,266R$ 12,90
7R$ 11,218R$ 9,95
9R$ 8,9710R$ 8,19
11R$ 7,5512R$ 7,02
Limpar
Size Guide

Camisa 1951 – Gracie vs Kimura – Aprenda Jiu-jitsu

É uma honra poder homenagear ao grande Mestre Hélio Gracie e também ao Masahiko Kimura por este combate épico. Uma luta que marcou para sempre a história do jiu-jitsu, como sinal de superação e respeito entre os atletas.

Gracie vs Kimura

Os mais antigos conhecem, os mais estudiosos também, mas a ideia é que todos relembrem este marco. Antes de falar da luta, é importante conhecer a história antes da luta.

Pré-confronto

Para provar a eficácia de seu novo sistema, Helio desafiou publicamente todos os praticantes de artes marciais mais respeitáveis do Brasil. Participou de 18 lutas, incluindo desafios contra o antigo campeão mundial peso pesado de luta-livre, Wladek Zbyszko, e o segundo maior judoka do mundo na época, Kato, a quem Helio estrangulou e deixou desacordado após 6 minutos de combate.

Sua vitória contra Kato o qualificou para subir ao ringue contra o campeão mundial Masahiko Kimura, quase 35 quilos mais pesado.

Helio Gracie dispensa comentários e apresentações no mundo do jiu-jitsu, Hélio foi o grande responsável por popularizar os princípios de alavanca e os conceitos do uso da técnica sobrepondo a força,

O resultado da luta

A luta terminou com Kimura aplicando a chave no braço esquerdo de Hélio, que se recusava a “bater” (desistir da luta). Seus técnicos então jogaram a toalha, terminando a luta. Outras fontes mencionam que o braço de Hélio foi quebrado, mas segundo fotos tiradas no vestiário, após a luta, e por depoimento do próprio, ficou com o braço dolorido, mas não quebrado.

Kimura teria ficado tão impressionado com as técnicas de Helio, que lhe pediu que fosse ensinar no Japão, admitindo que aquelas técnicas que Helio apresentara durante a disputa não existiam no Japão. Era o reconhecimento do melhor do mundo à dedicação de Helio ao refinamento da arte.

Os dois melhores do mundo

Com todo respeito, é uma honra para nós poder criar uma estampa assim. Hélio não ganhou, mas o jiu-jitsu não perdeu. Ficou um exemplo de superação e raça, Hélio não teve vida fácil, Kimura veio com tudo e quem ganhou foi o esporte.